Escolha uma Página

A origem do treinamento funcional

Desde o início dos tempos o homem busca melhorar o seu desempenho em atividades comuns do dia-a-dia ou exercícios de alto rendimento, seja na pré história com a sobrevivência e a caça, na idade média com as habilidades de força e construção ou até mesmo nos tempos modernos com as situações rotineiras de trabalho e deslocamento. Pensando nisso o homem optou pelo treinamento e a preparação física, evoluindo cada vez mais este método e passando de geração em geração.

sistema queima de 48 horas treinamento funcional

Na época da grécia antiga, a força física, agilidade e condicionamento sempre foram alvo de inspiração para muitos mitos e lendas, e quando surgiram os jogos olímpicos as pessoas começaram a se preparar cada vez mais, se dedicando integralmente aos esportes. Para isso foi necessário a criação de vários métodos e equipamentos de preparação para cada atleta, visando melhorar cada vez mais o seu desempenho e performance.

Com tudo isso, pode se dizer que o treinamento funcional não é um método de atividades novo, mesmo sendo utilizado até hoje para os mesmos objetivos: melhorar o condicionamento físico, aumentar a agilidade e o equilíbrio e melhorar o desempenho para atividades comuns da nossa rotina.

Com base nesses dados e na necessidade contínua de aperfeiçoamento nas atividades comuns e de alto rendimento, Paul Chek, um renomado expert na área de cinesiologia para alta performance, desenvolveu um sistema de treinamento baseado na essência de atividades fundamentais, sendo elas o agachar, pular, correr, agarrar, puxar, empurrar,levantar peso e etc.

Todo este método tem como objetivo principal trabalhar o core, que é o centro de gravidade do nosso corpo, por meio de circuitos e series de exercícios.

No Brasil, esta atividade começou a se popularizar em meados dos anos 90, tudo isso graças ao professor Luciano D’Elia que foi o pioneiro deste método aqui no país. O treinamento funcional começou como uma atividade condicionada para lutadores na academia Única em São Paulo, visando aumentar a sua agilidade e equilíbrio no ringue.

Quando este método se misturou com o Pilates (Atividade que também estava começando a se popularizar no Brasil) ganhou um objetivo bem mais amplo, podendo ser praticado por qualquer pessoa, independentemente de ter experiência com atividades físicas ou não.

Uma das maiores diferenças entre o treinamento funcional e os exercícios comuns é que os exercícios funcionais podem ser realizado de uma maneira muito ampla, com o uso de equipamentos livre como cordas, elásticos e bolas, já os equipamentos das atividades convencionais possuem movimentações e rotações padrões, isso diminui consideravelmente a exigência da estabilidade e equilíbrio, isso aumenta a demora de resposta do corpo a essas áreas.

Então, o treinamento funcional foi e ainda é um método de atividades muito importante para o desenvolvimento físico humano, mesmo que os nossos objetivos e funções tenham mudado e evoluído com o passar dos anos, todas as nossas atividades se baseiam em um padrão, exigindo resultados dinâmicos e simples.

Artigos Relacionados

Livro Online Grátis Ensina 5 Regras Para Emagrecer Com Saúde Em 60 Dias

Detesto Spam!!!

Pin It on Pinterest

Share This